Quarta-feira, 9 de Novembro de 2005

Comigo



(Img de artmam.com)


Hoje quero ficar assim

Comigo e mais ninguém


Quero ser amante de mim

Sentir o gosto que tem


Beijar a minha boca

Bebendo até ao fim


Como se estivesse louca

E gritar à lua: sim!


Espreita, cúmplice lua

Os seios que meu cio molhou


Vê como meu corpo sua

Quando a mim, nua me dou.




Introdução: (Ah, introdução é no princípio... não faz mal, agora passa a ser no fim). Este texto foi inspirado numa manhã em que chegada ao trabalho depois de dar os famosos bons-dias a uma colega perguntei-lhe:

- Então, como é que passaste a noite?

- Nem te digo, nem te conto, sabes lá, os gatos toda a noite não me deixaram dormir, a miar sob a minha janela.

- Os gatos? Mas ainda não estamos em Janeiro!

- Mas eles começam antes, já andam "todos malucos". Sabes o que fiz? Atirei-lhes água!

- Água? Pobrezinhos dos bichanos. Isso não se faz!

- Foi só um copito...

E pronto, "lá" a desculpei e daí essas palavras: cio, lua, água... levaram-me a escrever aquela loucura incendiada, qual gaivota num desvairo narcisista, não foi o que vocês pensaram.






















Escrevinhado por gaivota da ria às 00:23
| Quer Comentar?
37 comentários:
De a 9 de Novembro de 2005
Mulher ser sensivel e doce cheio de maravilhas, que quando tocada pelo condaão da deusa do amor fica sempre carente que outro ser igualmente tocado pelo mesmo condão lhe apreça para lhe completarscriptor
(http://rosasagrilhoadas.blogsblogs.sapo.pt)
(mailto:scriptor@sapo.pt)
De a 9 de Novembro de 2005
beleza puratron
(http://reporter007.blogs.sapo.pt)
(mailto:tron2@sapo.pt)
De a 9 de Novembro de 2005
..................
Eis o centro do corpo o nosso centro onde os dedos escorregam devagar e logo tornam onde nesse centro os dedos esfregam - correm e voltam sem cessar e então são os meus já os teus dedos e são meus dedos já a tua boca que vai sorvendo os lábios dessa boca que manipulo - conduzo pensando em tua boca Ardência funda planta em movimento que trepa e fende fundidas já no tempo calando o grito nos pulmões da tarde E todo o corpo é esse movimento que trepa e fende fundidas já no tempo calando o grito nos pulmões da tarde E todo o corpo é esse movimento em torno em volta no centro desses lábios que a febre toma engrossa e vai cedendo a pouco e pouco nos dedos e na palma Maria Teresa Horta Carlos
(http://vagueando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)
De a 9 de Novembro de 2005
:-):-) Em Janeiro é quando dá mais forte...:-) Fora isso...dá forte o ano inteiro...:-) Passa por aqui... http://rubicat.no.sapo.pt/index.html E o mail recebeste?delta
(http://deltacat.blogs.sapo.pt)
(mailto:delta@sapo.pt)
De a 9 de Novembro de 2005
( A proposito dos teus seios)

Teus seios pequeninos que em surdina,/
pelas noites de amor, põem-se a cantar,/
são dois pássaros brancos que o luar/
pousou de leve nessa carne fina./

E sempre que o desejo te alucina,/
e brilha com fulgor no teu olhar,/
parece que seus seios vão voar/
dessa carne cheirosa e purpurina./

Eu, pare tê-los sempre nesta lida,/
quisera, com meus beijos, desvairado,/
poder vesti-los, através da vida,/

para vê-los febris e excitados,/
de bicos rijos, ávidos, rasgando/
a seda que os trouxesse encarcerados./

poema de hildo Rangel


Nonsense
(http://)
(mailto:provocador_l@hotmail.com)
De a 9 de Novembro de 2005
Sentidos

Meus dedos/
lentos/
percorrendo/
a medo/
teu corpo/
aberto/
oferto./

Meus dedos/
surpresos/
soltando/
o calor/
o cheiro/
de teu corpo/
descoberto./

Meus dedos/
olhos/
trazendo/
imagens/
mensagens/
ao meu corpo/
trémulo./

…

Esqueci/
teu nome/
teu rosto/
o quando/
e o porquê/
Só existes/
em meus dedos/

(poema de eugenio tabosa)


Nosense
(http://)
(mailto:provocador_l@hotmail.com)
De a 9 de Novembro de 2005
Sem querer interromper...achei lindo :-)Beijinhosdelta
(http://deltacat.blogs.sapo.pt)
(mailto:deltacat@sapo.pt)

Comentar post


◊◊◊ ver perfil

◊◊◊ seguir perfil

. 16 seguidores

◊◊◊ arquivos

◊◊◊ Abril 2007

◊◊◊ Março 2007

◊◊◊ Fevereiro 2007

◊◊◊ Janeiro 2007

◊◊◊ Dezembro 2006

◊◊◊ Novembro 2006

◊◊◊ Outubro 2006

◊◊◊ Setembro 2006

◊◊◊ Agosto 2006

◊◊◊ Julho 2006

◊◊◊ Junho 2006

◊◊◊ Maio 2006

◊◊◊ Abril 2006

◊◊◊ Março 2006

◊◊◊ Fevereiro 2006

◊◊◊ Janeiro 2006

◊◊◊ Dezembro 2005

◊◊◊ Novembro 2005

◊◊◊ Outubro 2005

◊◊◊ Setembro 2005

◊◊◊ Agosto 2005

◊◊◊ Julho 2005

◊◊◊ Junho 2005

◊◊◊ Maio 2005

◊◊◊ Abril 2005

◊◊◊ Voos recentes

◊◊◊ Dois anos depois...

◊◊◊ Cansaço...

◊◊◊ Agora "semos" all-garvios...

◊◊◊ Nós, as mulheres...

◊◊◊ "Etiqueta" no gato

◊◊◊ Com o meu silêncio...

◊◊◊ Sentir assim...

◊◊◊ Praga acorrentada

◊◊◊ Três anos apenas...

◊◊◊ Bom Ano Novo