Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007

Praga acorrentada

Hoje recebi este e-mail:  

"Nunca deixes aquilo que amas por aquilo que desejas, pois aquilo que  desejas te deixará pelo que ama..."

Esta Noite, à meia-noite, teu amor verdadeiro se dará conta de que te  ama.... algo acontecerá entre a 1 e as  4hrs.  O amanhã está preparado para  o maior choque da tua vida.

Se romperes esta corrente terás má sorte no amor pelos 10 próximos  anos... Passa para 10 pessoas nos próximos 10minutos.
Nunca dei importância a este tipo de correio, apago e nada mais. Mas desta vez parecem-me ser  um bocado excessivas as pragas preditas.
Quando recebi fiquei assim:
Depois fiquei assim:
Mas, agora, já assim:  limito-me a apelar encarecidamente :
Por favor, não me enviem mais e-mails destes.
Escrevinhado por gaivota da ria às 13:49
| Quer Comentar?
|
21 comentários:
De Jofre Alves a 12 de Janeiro de 2007 às 19:02
Passei para desejar óptimo fim-de-semana e apreciar esta interessante página, onde impera a qualidade e bom gosto. Grande praga...
De marius70 a 12 de Janeiro de 2007 às 19:57
Junto a minha à tua voz, com tanta coisa boa para mandar e logo tem que nos cair na "sopa" estas charangas!
De ferrus a 12 de Janeiro de 2007 às 20:59
Lol...Eu nem os abro!
E não é por nada de mais...somente os acho ridículos!
Beijinhos
De * * Grilinha * * a 13 de Janeiro de 2007 às 01:53

....

....
estou a pensar incluir-te na minha lista de 20 mails
...
...
...
...
...
De Cláudia Oliveira a 13 de Janeiro de 2007 às 11:35
Olha aí está uma coisa que me mete de Mau Feitio. Esses mail estupidos.
De ciloca a 13 de Janeiro de 2007 às 12:32
Olá papoilita , como tens passado? Eu também não gosto nada desses mails que falam em quebrar correntes e de azar. Fico sempre uns minutos a pensar, mando não mando..Mas só mando quando me dá para isso. Gosto das mensagens que nos fazem pensar no nosso interior, refletir sobre coisas simples tão perto de nós que nos fazem felizes, e por vezes não pensamos nelas.
De padeiradealjubarrota a 14 de Janeiro de 2007 às 00:06
Quando me cheiram a esturro também não os abro. Mas algumas vezes sou apanhada na esparrela! É inédito como há tanta gente supersticiosa! E outros tantos a ganhar à conta da estupidez humana.
De Luis a 14 de Janeiro de 2007 às 20:39
Ainda perdes tempo com esse tidpo de coisas?!!!
NBão percas mais!
Um beijo.
Luis
De Castor a 15 de Janeiro de 2007 às 00:46
é por quebrarem as correntes e as grades, que os gajos conseguem fugir da prisa... ou seja, quebrar correntes até é bom... que o diga aqueles dois que se piraram no outro dia da prisa de não sei onde... Gaivotinha, n-n-n-n-ão ga-ga-guejes m-m-mais... t-t-tás p-p-p-erdoada... ehe,ehe... CHUAC!
De Isabel Filipe a 15 de Janeiro de 2007 às 12:45
tenho uma apelo no meu Blog. Quando puderes dá uma espreitadela.

Bjs a boa semana

Comentar post


◊◊◊ ver perfil

◊◊◊ seguir perfil

◊◊◊ A minha velha ria...

◊◊◊ arquivos

◊◊◊ Abril 2007

◊◊◊ Março 2007

◊◊◊ Fevereiro 2007

◊◊◊ Janeiro 2007

◊◊◊ Dezembro 2006

◊◊◊ Novembro 2006

◊◊◊ Outubro 2006

◊◊◊ Setembro 2006

◊◊◊ Agosto 2006

◊◊◊ Julho 2006

◊◊◊ Junho 2006

◊◊◊ Maio 2006

◊◊◊ Abril 2006

◊◊◊ Março 2006

◊◊◊ Fevereiro 2006

◊◊◊ Janeiro 2006

◊◊◊ Dezembro 2005

◊◊◊ Novembro 2005

◊◊◊ Outubro 2005

◊◊◊ Setembro 2005

◊◊◊ Agosto 2005

◊◊◊ Julho 2005

◊◊◊ Junho 2005

◊◊◊ Maio 2005

◊◊◊ Abril 2005


◊◊◊ Voos recentes

◊◊◊ Dois anos depois...

◊◊◊ Cansaço...

◊◊◊ Agora "semos" all-garvios...

◊◊◊ Nós, as mulheres...

◊◊◊ "Etiqueta" no gato

◊◊◊ Com o meu silêncio...

◊◊◊ Sentir assim...

◊◊◊ Praga acorrentada

◊◊◊ Três anos apenas...

◊◊◊ Bom Ano Novo

Obrigada Sofia pela atribuição deste prémio: