Terça-feira, 31 de Janeiro de 2006

Turismo Rural


Já fizeram turismo rural? Aqui, por estas bandas algarvias há muitas placas com uma seta indicando : Turismo Rural. De vez em quando sigo uma setinha dessas e vou ter à casa da D. Rosa. Foi num destes dias que o voltei a fazer e fui recebida com os dois costumeiros beijos repenicados e o convite:

- Entre, entre, não fique aí ao frio.

- Ai, Dona Rosa, este sol é diferente, este sol aquece mais, ele não me deixa entrar tão cedo dentro de casa. Vou dar uma volta por aí.

E afastei-me por entre labirintos feitos de rama de abóbora gila ou chila, como quiserem, ladeando caminhos, cheirando a arruda, alecrim, salva ou sálvia, como desejarem...aroeira, e lá vou eu, quem sabe à procura do meu trevo de quatro folhas por entre patos que da gripe nem querem ouvir falar.

Passada uma hora voltei. Junto à cerca das cabrinhas, ou melhor junto ao harém do bode Inácio( sim, porque o sultão do harém chama-se Inácio não por acaso, mas quem leu Tieta do Agreste, de Jorge Amado, preverá o seu aspecto, foi apelidado assim não porque a D. Rosa tivesse lido o livro, ela viu foi a novela...no campo deitam-se com as galinhas mas também vêem novelas) ía eu dizendo porque a frase já vai longa, junto à cerca já estavam o Ti Luís e o Ti Nicolau tentando puxar o Inácio por uma pequena arreata já colocada. Para quê? Perguntarão. Foi o que eu fiz.

- Que vão fazer ao Inácio?

- O Inácio vai passar umas férias ali com as primas - diz o Ti Luís que mora a escassos metros dali - Elas estão em idade casadoira...

E posto isto, puxa daqui, puxa dali, lá começaram a caminhar, o Ti Luís, o Ti Nicolau e mais o Inácio.

- Mas porque vão a pé? O Inácio tem uma preguiça para andar, só lá chegarão amanhã por estas horas...Não era mais fácil transporta-lo no seu camião(zinho)?

- Qual quê? Nem pensar. Não posso, é proibido. Teria de ter uma licença, o transporte teria de responder a vários requisitos, teria de preencher alguma papelada, etc, etc...

- Por tão poucos metros? Deixe-se disso, vá mas é buscar o camião(zinho) que isto é bem pertinho.

Que não, que não, as «Forças encarregadas de punir transgressões» poderiam passar, mandar parar e era multa certa e pesada.

Conclusão: Lá foi o Inácio pela estrada fora, indolente, quando queria sentava-se, quando queria levantava-se. O Ti Nicolau levava um pau (não para bater no Inácio, que ele não é dessas coisas) para bater no chão, diz que resulta como medida de persuasão, tenho as minhas dúvidas, mas lá foram caminhando pela estrada e eu já não sabia quem empurrava quem...

Poucos minutos depois uma buzinadela na estrada, era o vizinho Alfredo que mora não muito longe dali, na bagageira da carrinha trazia um saco de tangerinas doces e outro saco de tomates. No campo troca-se ou oferece-se daquilo que se tem, as laranjas, as maçãs, os tomates e até as cebolas cheiram a amizade pura.

- Ó Senhor Alfredo porque é que não traz a fruta dentro de uma caixa assim como os tomates? Era mais cómodo.

- Não posso. É proibido. Consideram que os produtos hortícolas se forem transportados em caixas serão destinados à venda. As «Forças encarregadas de punir transgressões» podiam fazer-me parar, inspeccionar e multar.

Depois destas duas novidades fiquei a saber, também, que se uma vizinha quiser vender ou oferecer uns «ovitos» tem de pensar duas vezes onde os irá esconder até chegar à casa da vizinha para não ser multada.

E pronto, foram os conhecimentos que adquiri a fazer «turismo rural» e não encontrei o meu trevo de quatro folhas, mas encontrei como sempre a amizade pura, a humildade, trazendo ainda o gosto dos beijos repenicados da D. Rosa e o cheiro na roupa a alecrim, a rosmaninho e a ar ainda puro.

Escrevinhado por gaivota da ria às 00:34
| Quer Comentar? | Ver comentários (39)
|
Sábado, 7 de Janeiro de 2006

Sou Politicamente Incorrecta


Entre Telejornais, Jornais Nacionais e outros que tais fiz um pequeno apanhado dos prós e dos contras dos candidatos Presidenciais:


Mário Soares
Prós:
- 81 anos
- Gosta de andar de comboio
- Gosta de dançar
- Gosta de pastéis de Belém
Contras:
- 81 anos
- Quando lhe perguntam se vai passar a utilizar o comboio como meio de transporte responde:"E porque não?!"
- Depois de dançar deita-se a descansar
- O pastel vê-se na boca enquanto fala

Cavaco e Silva
Prós:
- Gosta de castanhas assadas
- Últimamente mexe mais os músculos faciais
Contras:
- Para comprar castanhas contraiu empréstimo para não trocar as notas
- Usa laca
- As linhas do rosto são todas rectilíneas
- A dentição é demasiado certinha
- O fato e a gravata são demasiado justos

Jerónimo de Sousa
Prós:
- Cantou Janeiras à desgarrada no Algarve
- Gosta de ir ao Mercado
Contras:
- Enganou-se na letra da desgarrada
- Também vai ao Mercado

Francisco Louçã
Prós:
- Gosta de Cervantes
- Diz que tem sentido de humor
Contras:
- Contrariou o sentido de humor ao ser contrariado por um popular na rua

Manuel Alegre
Prós:
- é um Poeta!
Contras:
- é um Poeta...


Como calculavam não entendo nada de política.

Escrevinhado por gaivota da ria às 22:28
| Quer Comentar? | Ver comentários (41)
|

◊◊◊ ver perfil

◊◊◊ seguir perfil

◊◊◊ A minha velha ria...

◊◊◊ arquivos

◊◊◊ Abril 2007

◊◊◊ Março 2007

◊◊◊ Fevereiro 2007

◊◊◊ Janeiro 2007

◊◊◊ Dezembro 2006

◊◊◊ Novembro 2006

◊◊◊ Outubro 2006

◊◊◊ Setembro 2006

◊◊◊ Agosto 2006

◊◊◊ Julho 2006

◊◊◊ Junho 2006

◊◊◊ Maio 2006

◊◊◊ Abril 2006

◊◊◊ Março 2006

◊◊◊ Fevereiro 2006

◊◊◊ Janeiro 2006

◊◊◊ Dezembro 2005

◊◊◊ Novembro 2005

◊◊◊ Outubro 2005

◊◊◊ Setembro 2005

◊◊◊ Agosto 2005

◊◊◊ Julho 2005

◊◊◊ Junho 2005

◊◊◊ Maio 2005

◊◊◊ Abril 2005


◊◊◊ Voos recentes

◊◊◊ Dois anos depois...

◊◊◊ Cansaço...

◊◊◊ Agora "semos" all-garvios...

◊◊◊ Nós, as mulheres...

◊◊◊ "Etiqueta" no gato

◊◊◊ Com o meu silêncio...

◊◊◊ Sentir assim...

◊◊◊ Praga acorrentada

◊◊◊ Três anos apenas...

◊◊◊ Bom Ano Novo

Obrigada Sofia pela atribuição deste prémio: