Domingo, 3 de Abril de 2005

Noite

Nesta noite sem fim... A tristeza me abraça, friamente me enlaça e sem conseguir escapar...não me resta senão esperar que finalmente o Sol nasça e me convide a voar... E eis que chega a manhã com o cantar das aves, e o Sol me sorri...limpando as arestas escuras do meu coração, com sabor a natas e jasmins... com aromas tais que já vejo cisnes e pavões...Coisas sublimam coisas, afinal! E a tristeza vai devagarinho, muito devagarinho... E de alma leve voando sem destino certo... E mesmo que o voo seja breve sabe tão bem voar em céu aberto.
Escrevinhado por gaivota da ria às 09:53
| Quer Comentar? | Ver comentários (3)
|

O que te fez aí parar?

gaivota.jpg
(imagem retirada da Internet)

Gaivota o que te fez aí parar? Olhando o infinito, absorta na imensidão. Fixando o horizonte alheia à multidão... Gaivota porque lutas entre o ir e o ficar? Olha para ti gaivota, tens asas para voar. Sai dessa amurada. É hora de partir, é hora de sentir o cheiro a sal do teu mar.
Escrevinhado por gaivota da ria às 09:44
| Quer Comentar? | Ver comentários (2)
|

◊◊◊ ver perfil

◊◊◊ seguir perfil

◊◊◊ A minha velha ria...

◊◊◊ arquivos

◊◊◊ Abril 2007

◊◊◊ Março 2007

◊◊◊ Fevereiro 2007

◊◊◊ Janeiro 2007

◊◊◊ Dezembro 2006

◊◊◊ Novembro 2006

◊◊◊ Outubro 2006

◊◊◊ Setembro 2006

◊◊◊ Agosto 2006

◊◊◊ Julho 2006

◊◊◊ Junho 2006

◊◊◊ Maio 2006

◊◊◊ Abril 2006

◊◊◊ Março 2006

◊◊◊ Fevereiro 2006

◊◊◊ Janeiro 2006

◊◊◊ Dezembro 2005

◊◊◊ Novembro 2005

◊◊◊ Outubro 2005

◊◊◊ Setembro 2005

◊◊◊ Agosto 2005

◊◊◊ Julho 2005

◊◊◊ Junho 2005

◊◊◊ Maio 2005

◊◊◊ Abril 2005


◊◊◊ Voos recentes

◊◊◊ Dois anos depois...

◊◊◊ Cansaço...

◊◊◊ Agora "semos" all-garvios...

◊◊◊ Nós, as mulheres...

◊◊◊ "Etiqueta" no gato

◊◊◊ Com o meu silêncio...

◊◊◊ Sentir assim...

◊◊◊ Praga acorrentada

◊◊◊ Três anos apenas...

◊◊◊ Bom Ano Novo

Obrigada Sofia pela atribuição deste prémio: