34 comentários:
De jpcfilho a 19 de Novembro de 2006 às 08:19
Linda Gaivotinha, primeiro te digo o quanto estou apaxonado por ti. E inossas lembranças, muitas e boas, e lindas guardadas em báus. "Chove lá fora, e nem tenho a quem dizer, que chove lá fora"...Um maravilhoso domigo..beijos
De castor a 19 de Novembro de 2006 às 20:24
Ainda bem que estás de volta! Com ou sem pantufinhas, eu já estava a sentir a tua falta...claro que a minhoca andava radiante ;-) Porque seria? ehe ehe ehe.
De Andesman a 19 de Novembro de 2006 às 23:26
Já não chove como chovia antigamente. Hoje chove, mas não mata a minha saudade da chuva que chovia antigamente. Beijinhos pa ti
De castor a 20 de Novembro de 2006 às 01:22
Minhoca??? Que minhoca??? Ah...a minhoca!!!!!! Pois, uma verdadeira minhoca impõe-se sempre e a minha não é excepção...ehe ehe ehe hoin hoin hoin ehe ehe ehe!!!!!!!! Grande fim de semana :-))))))))) Baba de verme anelídeo para ti e um chuac aqui do maluco.
De José S. a 20 de Novembro de 2006 às 04:29
Chove mas não chove como dantes. Chove mas já não chapinhamos nas poças enquanto as nossas mães nos "arrenegavam" com ameaças de chinelada pela roupa encharcada e pelo receio das constipações que raramente nos atacavam.
Chove e a nostalgia dos anos que se foram, dói mais que o reumático que faz estalar os joelhos e as vértebras...
Bêjos.
De ciloca a 22 de Novembro de 2006 às 21:46
Que lindas lembranças, que nos transportaram à nossa infãncia e nos fizeram sorrir e sentir saúdades. Já não chove, como dantes porque dantes era tudo mais profundamente sentido, este dantes é a infância . Julgo que a infâcia é sempre assim seja de que geração se trate.Beijos Gaivota Linda.....
De Juda a 20 de Novembro de 2006 às 11:23
Olá... este tempo transforma-me numa pessoa mais sisuda, mas a nostalgia vem pelas 18 horas, agora é noite... um abraço...
De isa&luis a 20 de Novembro de 2006 às 22:06
Olá minha querida gaivotinha,

Adorei ler-te. Recordar é viver, e eu, através do teu belo texto, revivi aqueles bailes nas colectividades, em que esperavamos pelo par certo, e dançavamos ao som Besame mucho...

Obrigada por este momento divino.

Beijinhos muitos para ti

Isa
De delta a 20 de Novembro de 2006 às 23:49
Ok...Não gosto de ver a nossa gaivota "murcha"





De gaivota da ria a 20 de Novembro de 2006 às 23:58
Dona Delta, murcha? Jamais, tudo menos isso!
De delta a 21 de Novembro de 2006 às 00:50
Andas a perninhas de frango???


De ferrus a 21 de Novembro de 2006 às 14:30
Chove,
um torrilho de recordações,
uma enchente de coisas bonitas vividas
na minha infância...
Chove
uma dose de saudade
dos tempos de escola primária
onde se dançava à chuva para desepero dos progenitores,
chove
chove um sorriso dentro de mim pelos bailaricos
"malandrecos",

Obrigado por esta chuva que em mim provocaste,
obrigado por esta enchente de carinho

beijinhos
De _estrelinha_ a 21 de Novembro de 2006 às 15:02
ola, gostei muito das tuas palavras e da musica...ée o tempo passa e nem damos por ele, mas o k interessa é bvivermos intensamente o presente, pois so elke importa. fica bem e bj

Comentar post