Sábado, 14 de Outubro de 2006

Nada...

Sim, estou aqui

Ainda

Sou a mesma

Serei?

Não sei…

Passou tanto tempo

Não sei se mudei

 

Se algo ficou

De ti?

Procuro o quê?

Se nada encontrei

De teu, aqui

Nem o lugar

Que eu guardei

Em parte

Incerta

 

Sim, estou aqui

Ainda

Sou a mesma

Fiquei

    Eu sei…

Passou tanto tempo

Desde que te amei.

 

 

Escrevinhado por gaivota da ria às 00:10
| Quer Comentar?
|
40 comentários:
De segundavida a 14 de Outubro de 2006 às 10:41
Já dizia Camões que o mundo é composto de mudança, o homem/mulher também mudam..., mas sempre fica algo, nem que sejam apenas memórias, se boas, más, saudade....., isso está no interior de uma Gaivota e só ela poderá saber. Reminiscências poéticas! Bjs e bom fim de semana.
De Andesman a 14 de Outubro de 2006 às 15:27
Voos de Gaivota são sonhos...Voos de Gaivota são memórias...Voos de Gaivota são memórias e sonhos de amor. Bjs e bom fim de semana
De castor a 14 de Outubro de 2006 às 21:16
Uiiiii, que isto está de chuva :-(
Posso ser castor mas não sou burro...ehe ehe ehe!!!!! Ó linda gaivota, não te esqueças que para uma ave bonita, selvagem e livre como tu, todos os dias são de esperança...(a minhoca manda-te uma beijoca cheia de baba, ok?) ehe ehe ehe!!!
De jpcfilho a 14 de Outubro de 2006 às 23:26
Querida Gaivotadaria, enquanto a lua for calada e branca, você será sempre a mesma, doce gaivotinha...Um maravilhso fim de semana...beijos.
De José S. a 15 de Outubro de 2006 às 05:14
Gaivota triste!?!?
Claro que mudamos todos os dias mas, do passado, fica sempre alguma coisa na memória, ainda que nem sempre sejam boas as recordações. A vida é feita de memórias e são elas que nos fazem ter dúvidas, mudar... nos enriquecem.
Beijinhos.
De Zalinha a 15 de Outubro de 2006 às 15:57
E quando uma gaivota sonha o mundo voa em suas asas e seu sonho desliza suavemente no sentido da sua realização;) Bjs linda gaivota e que o teu sonho comande sempre a tua vida;)
De tron a 15 de Outubro de 2006 às 16:14
O amor é bom e doce quando vivido com lealdade mas se a pessoa amada é nos desleal poder ser mais amargo que o sumo de toranja
De IsabelFilipe a 16 de Outubro de 2006 às 10:17
Maravilha de poema. Parabéns.
Boa semana
Bjs
De ferrus a 16 de Outubro de 2006 às 15:47
Porque se somem
e esfumam
as peças do jogo da vida?
para que serve um tabuleiro incompleto
sem as peças do meio...do meio do peito!
De ferrus a 16 de Outubro de 2006 às 15:48
Beijinhos...

Comentar post


◊◊◊ ver perfil

◊◊◊ seguir perfil

◊◊◊ A minha velha ria...

◊◊◊ arquivos

◊◊◊ Abril 2007

◊◊◊ Março 2007

◊◊◊ Fevereiro 2007

◊◊◊ Janeiro 2007

◊◊◊ Dezembro 2006

◊◊◊ Novembro 2006

◊◊◊ Outubro 2006

◊◊◊ Setembro 2006

◊◊◊ Agosto 2006

◊◊◊ Julho 2006

◊◊◊ Junho 2006

◊◊◊ Maio 2006

◊◊◊ Abril 2006

◊◊◊ Março 2006

◊◊◊ Fevereiro 2006

◊◊◊ Janeiro 2006

◊◊◊ Dezembro 2005

◊◊◊ Novembro 2005

◊◊◊ Outubro 2005

◊◊◊ Setembro 2005

◊◊◊ Agosto 2005

◊◊◊ Julho 2005

◊◊◊ Junho 2005

◊◊◊ Maio 2005

◊◊◊ Abril 2005


◊◊◊ Voos recentes

◊◊◊ Dois anos depois...

◊◊◊ Cansaço...

◊◊◊ Agora "semos" all-garvios...

◊◊◊ Nós, as mulheres...

◊◊◊ "Etiqueta" no gato

◊◊◊ Com o meu silêncio...

◊◊◊ Sentir assim...

◊◊◊ Praga acorrentada

◊◊◊ Três anos apenas...

◊◊◊ Bom Ano Novo

Obrigada Sofia pela atribuição deste prémio: