17 comentários:
De Jorge G. a 16 de Setembro de 2006 às 09:15
Bom exercício de prosa poética, Gaivota.
Foge às banalidades lamechas e dá-nos o lado erótico feminino quando observa e não quando se faz observar.
Algumas imagens poéticas de muito bom-gosto ( ..."veio ao encontro dos olhos..." / "...sensações que se entrelaçavam nas folhas de palmeiras" )
Quem sou eu para o dizer, mas parece-me estarmos na presença de alguém que sabe escrever.

Um beijinho
Jorge
De ciloca a 16 de Setembro de 2006 às 17:48
Jorge tens toda a razão...a gaivotinha esvreve bem.
De tron a 16 de Setembro de 2006 às 14:47
ontem vin que cortaram os raios de sol a uma inocente de dois anos e ninguém faz nada para o eivitar
De Andesman a 16 de Setembro de 2006 às 15:23
Foi uma tentativa bem conseguida. Espero pela continuação...tem continuação não tem? Jinhos, bons ventos e estrelas brilhantes no teu céu.
De ciloca a 16 de Setembro de 2006 às 17:46
O calor e o Verão provocam em nós sensações agradáveis,ficamos mais sensuais, mais vulneráveis ao amor, sensações irresistiveis, sim . Gostei....bjs
De Tucha Santos a 17 de Setembro de 2006 às 12:56
Querida gaivota, todas as suas "tentativas" literárias, são mto bem conseguidas e de óptimo gosto. Por mim, fico a aguardar a próxima...Beijokas com votos de um belo domingo.
De Augusto Brilhante Ribeiro a 17 de Setembro de 2006 às 15:48
Ai gaivota, gaivota...
Que as asas te cresçam para voos mais altos.
Um dia destes havemos de nos pegar os dois a escrever um conto.
Talvez seja giro cada um de nós escrever um pouco e o outro completar.
Que tal? Aceitas o desafio?
Fico a aguardar em prinfor@netc.pt
Beijinho.
De aflores a 17 de Setembro de 2006 às 22:04
Olá Gaivota! Saudações Bloguistas ;) Eu bem olhei para o céu mas nada, nada da gaivota da Ria. Ou então fugiste de mim.....e digo isso no meu blog :):):) Boa semana.
De José S. a 18 de Setembro de 2006 às 00:21
Gaivota... eu já nem tenho nada de novo a acrescentar, tais foram os elogios dos que me antecederam. Quem nos dera que todas as tentativas literárias, postas à venda nas livrarias, nos transportassem às sensações dos últimos raios de sol e que apenas elas (as sensações) fossem importantes. A vida (e os pensamentos) leva-nos para tão longe das sensações...
Beijitos e boa semana.
De gaivota da ria a 18 de Setembro de 2006 às 01:08
Não reparaste que havia poeira no caminho, Zé?! Caminho, vida...

Inventemos então sensações como um antídoto.
De jpcfilho a 18 de Setembro de 2006 às 08:59
Olá Gaivotinhadaria, então uma tentativa literária né?... Pois a menina leva jeito, é só ir esticando e continuar para qu a gente veja o calor em que vai dar, já estou aflito...beijos
Espelhodesombras
De Zalinha a 18 de Setembro de 2006 às 14:33
O que o sol faz as pessoas;) bem espero que apesar de o solinho estar a prepara-se para partir,que a inspiração não vá com ele para que possamos continuar a lêr coisas lindas por aqui:)

Comentar post