Domingo, 13 de Agosto de 2006

Quando é que será quando...

Quando é que o cativeiro

Acabará em mim?

E, próprio dianteiro,

Avançarei enfim?

 

Quando é que me desato

Dos laços que me dei?

Quando serei um facto?

Quando é que me serei?

 

Quando ao virar da esquina

De qualquer dia meu,

Me acharei alma digna

Da alma que Deus me deu?

 

Quando é que será quando?

Não sei. E até então

Viverei perguntando:

Perguntarei em vão.

 

(Fernando Pessoa)

 

Escrevinhado por gaivota da ria às 00:08
| Quer Comentar?
|
34 comentários:
De Mikas a 14 de Agosto de 2006 às 02:26
Tb eu tenho tts perguntas sem resposta... as vezes prefiro nao pensar!
De delta a 14 de Agosto de 2006 às 12:06
Já és!!! E espero que continues a ser assim, como sempre te conheci! (Deltinha?!?!) A perderes as penas dessa maneira...não sei...não! Beijinhos
De gaivota da ria a 14 de Agosto de 2006 às 13:43
Adoro essa carinha que fazes quando te chamo de Deltinha!
De aflores a 14 de Agosto de 2006 às 18:46
Ás vezes, penso que existirão respostas para determinadas perguntas que será preferivel nunca as obter. Digo eu (que filósofo). E a Gaivota? Vai em Setembro continuar a voar a Ria Formosa? Vou andar por lá, vou vou.
De Menina_marota a 15 de Agosto de 2006 às 10:05
As gaivotas são livres... dá essa liberdade a ti própria de seres o que queres ser...

Um abraço carinhoso e bom feriado ;)
De Poesia Portuguesa a 15 de Agosto de 2006 às 10:07
Concordo com a marota... Voa... Voa...

Um abraço carinhoso ;)
De emptysoul a 15 de Agosto de 2006 às 15:38
Quando é que será que me desato deste corpo...desta forma? Da dor... do silêncio? Da perda...da angústia...da tristeza? Quando é que será, quando? Não sei...Beijinho terno
De mary90 a 15 de Agosto de 2006 às 21:56
Olá gaivota!
É sempre, quando uma mulher quiser....
Beijocas.
Mary90
De delta a 15 de Agosto de 2006 às 23:13
Estou a imaginar uma gaivota depenada!!!
De gaivota da ria a 15 de Agosto de 2006 às 23:28
Por esta altura do ano fico sempre depenada Delta! Já tentei tudo, ampolas, champoo de tratamento, creme de tratamento e nada!!! Há penas por todo o lado!
De Eros a 16 de Agosto de 2006 às 00:36
Olá gaivota. - Quando será quando? - a pergunta é só uma, mas pode ter muitas respostas. Espero que a resposta não tenha nada a ver com os teus "ameaços" de deixares de voar sobre a ria..... Parabens, pelo contrário até estás mais activa agora no teus voos. E eu não tenho prestado a atenção devida ao teu planar, não tenho assumado à ria. Bjs.
De diabinho a 16 de Agosto de 2006 às 11:29
Será no dia em que parares de perguntar...
Será no dia em que pensares que a vida é muito mais do que esse momento...
Será no dia em que tomares as rédeas e te sentires bem contigo própria...
Nessa altura avançarás, seguirás em frente com alento, com certeza, deixarás de perguntar para passares a viver...
Beijinhos

Comentar post


◊◊◊ ver perfil

◊◊◊ seguir perfil

◊◊◊ A minha velha ria...

◊◊◊ arquivos

◊◊◊ Abril 2007

◊◊◊ Março 2007

◊◊◊ Fevereiro 2007

◊◊◊ Janeiro 2007

◊◊◊ Dezembro 2006

◊◊◊ Novembro 2006

◊◊◊ Outubro 2006

◊◊◊ Setembro 2006

◊◊◊ Agosto 2006

◊◊◊ Julho 2006

◊◊◊ Junho 2006

◊◊◊ Maio 2006

◊◊◊ Abril 2006

◊◊◊ Março 2006

◊◊◊ Fevereiro 2006

◊◊◊ Janeiro 2006

◊◊◊ Dezembro 2005

◊◊◊ Novembro 2005

◊◊◊ Outubro 2005

◊◊◊ Setembro 2005

◊◊◊ Agosto 2005

◊◊◊ Julho 2005

◊◊◊ Junho 2005

◊◊◊ Maio 2005

◊◊◊ Abril 2005


◊◊◊ Voos recentes

◊◊◊ Dois anos depois...

◊◊◊ Cansaço...

◊◊◊ Agora "semos" all-garvios...

◊◊◊ Nós, as mulheres...

◊◊◊ "Etiqueta" no gato

◊◊◊ Com o meu silêncio...

◊◊◊ Sentir assim...

◊◊◊ Praga acorrentada

◊◊◊ Três anos apenas...

◊◊◊ Bom Ano Novo

Obrigada Sofia pela atribuição deste prémio: