De segundavida a 1 de Junho de 2006 às 00:02
Só posso dizer que é um poema muito bonito cheio de palavras que nos transportam nas asas duma gaiovota até às praias da ria. No final também ficamos em paz ao som do vento maroto. Belo. Bjs. João A. Melo
De padeiradealjubarrota a 4 de Junho de 2006 às 18:23
Que azul...que mar...que silêncio...que macieza...Que Paz!
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres